Investimento em ativos fora do mercado financeiro: quais as opções?

Tempo de leitura: 3 minutos

Pensar a longo prazo pode ser a dificuldade de muitas pessoas, infelizmente. Afinal, traçar um planejamento adequado é uma premissa fundamental para receber a renda que você tanto deseja no futuro. 

Um dos obstáculos mais recorrentes é a complexidade do mercado financeiro, já que não é tão simples compreendê-lo. Dessa forma, o investimento em ativos fora desse cenário pode ser uma alternativa bastante interessante.

Se você deseja saber mais sobre o assunto e entender como funcionam essas opções, continue lendo o texto!

Negócios administrados por outras pessoas

Você deseja viver uma aposentadoria tranquila, sem precisar fazer grandes esforços e se aproveitando do trabalho que fez durante toda a vida, certo? 

O investimento em ativos é a forma mais segura de fazer com que seu dinheiro trabalhe para você. Dessa forma, optar por investir em negócios que sejam administrados por outras pessoas pode ser um excelente caminho. 

Em vez de saber tudo sobre o mercado financeiro, o ideal é que, nesse caso, você tenha uma boa noção geral sobre o mercado como um todo. Assim, conseguirá identificar quais setores estão crescendo mais. Esta matéria publicada pelo portal InfoMoney mostra, por exemplo, qual setor cresceu mais no primeiro trimestre de 2017. 

Observe, aos poucos, como um empreendimento vem se expandindo ao longo do tempo para saber quais são os riscos e as possibilidades que ele oferece.

Investimento em ativos florestais

O agronegócio ainda pode ser muito lucrativo. Mais do que isso, ele tende a ser extremamente envolvente para investidores que apreciam a natureza em suas mais variadas formas. Essa afinidade é excelente em termos financeiros, já que funciona como uma motivação para acompanhar a dinâmica dos investimentos. 

Piscicultura, apicultura, plantio de florestas; enfim, são alternativas diversificadas. Plantar uma floresta, aliás, é algo que pode ser feito por meio de crowdfunding, sendo que o investidor adquire a sua cota e passa a ter participação no lucro obtido com a extração das madeiras nobres ali obtidas. 

Essa saída também chama atenção pela sustentabilidade, tendo em vista que essa plantação é produzida com esse fim e poupa, por consequência, que outras áreas verdes sejam vítimas do desmatamento. Sendo assim, não só a sociedade e a economia se tornam mais sustentáveis, como as próprias finanças pessoais criam relação com essa importante missão. 

Desse modo, é possível preservar uma floresta e ainda lucrar com isso literalmente, em um modelo de investimento pouco arriscado e com um bom retorno. 

Imóveis geradores de renda

Um imóvel gerador de renda é aquele que possui uma boa liquidez, ou seja, é facilmente vendido ou alugado. O que determina esse aspecto são as suas acomodações, a localização e outros fatores do gênero. Uma planta bem distribuída, de tamanho mediano e situada em uma avenida de cidade grande exemplifica bem isso. 

Lembre-se: o que determina um bom investimento em ativos é o quanto ele se adéqua ao seu perfil. Portanto, analise bem a relação entre risco e rentabilidade e escolha aquele que mais lhe agrada.

Se você gostou deste texto, aproveite para ler nosso artigo sobre o impacto dos investimentos florestais nas finanças pessoais!

Sobre RockContent

Esta área é reservada para a biografia do autor e deve ser inserida para cada autor a partir da seção Informações biográficas, no painel administrativo. Caso deseje incluir links para as redes sociais de cada autor do site, recomendamos que instale o plugin WordPress SEO. Após instalado, o plugin criará os respectivos campos para links das principais redes sociais (Facebook, Google Plus e Twitter). Após preenchidos os campos, os links de cada rede aparecerão automaticamente aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *