Mogno Africano

2 minutos O mogno africano é uma espécie arbórea nativa da costa ocidental da África. Sua madeira é avermelhada, dura e resistente ao ataque de fungos e cupins. Devido à sua raridade e beleza, o mogno africano tem excelente uso comercial, sendo utilizado no setor de movelaria, indústria naval, construção civil, instrumentos musicais e peças ornamentais sofisticadas. Atualmente, existem quatro espécies de mogno africano produzidas no Brasil: a Khaya ivorensis, Khaya senegalensis, Khaya grandifolia e Khaya anthoteca, sendo a primeira aquela que apresenta um melhor desenvolvimento no território nacional. Continue lendo este artigo e aprenda Continue

6 minutos             Para que erros sejam evitados é importante lembrar que o termo reflorestamento se difere do termo florestamento, onde o reflorestamento é feito em áreas onde havia vegetação florestal e o florestamento em áreas nas quais não havia floresta. Há, também, em casos específicos, locais onde a formação florestal começa a ocorrer de forma natural, sendo estes chamados de áreas de resiliência. O reflorestamento, também chamado de reposição florestal, consiste na reposição de vegetação de determinada área que anteriormente passou por processo Continue

5 minutos Madeiras nobres, ou madeiras de lei (termo difundido no Brasil) são madeiras que possuem características tecnológicas, beleza e resistência ao ataque de insetos, cupins e fungos. Devido ao crescimento lento das espécies consideradas nobres, a madeira é mais dura (apresentam menor espaço entre as células) fato que lhes conferem também maior durabilidade. O mercado de madeiras deste gênero está sempre em alta devido principalmente a exploração inadequada feita no período pós Revolução Industrial, logo, há perspectivas de aumento da demanda e não Continue